sábado, 11 de março de 2006


Ausência!
Como falar da ausência
Se tua presença ainda causa furor
Se teu sorriso ainda me faz feliz
O teu olhar ainda traz saudade
O nosso medo é ainda maior
Sobreviver a distancia,
Matando a saudade
Vontade de te ouvir
Falar, sorrir, me chamar
Sentir a areia nos pés
Do mar nas pernas
Da lua, o brilho nos olhos
E as estrelas,
Ah! Que lindas estrelas nos vigiam
Iluminam os sonhos
Enfeitam a imaginação
Salpicam os sentimentos
Ai como dói a ausência!
Denise

Que seu dia de sábado e domingo seja hiper maravilhoso...

Um grande beijo com ternura no teu coração...

Um comentário:

"Um dos milagres da minha vida
é simplesmente ter conhecido você!"
Obrigada pelo carinho...
Beijosss...